A Época de Natal

Post thumb

 

Estamos na época do Advento, momento de preparação interna e também externa para recebermos a criança Divina.

Temos duas festas cristãs que celebram dois grandes mistérios para o ser humano, o nascimento no Natal e a morte na Páscoa, estas duas datas representam o círculo da vida (coroa do Advento), o nascimento e a morte do Cristo-Jesus. A coroa do advento representa o fechamento deste círculo da jornada na Terra.

O Advento são os quatro domingos que antecedem o natal, corresponde a saída de José e Maria da cidade de Nazaré em direção a Belém para o censo obrigatório.

Então podemos também fazer este caminho internamente, começando com a montagem do nosso presépio, no primeiro domingo colocamos no presépio tudo aquilo que representa o reino mineral, pedras, areias,etc.

No segundo domingo, incluímos os elementos do reino vegetal, plantas, folhas, musgos, etc.

No terceiro domingo, os elementos do reino animal, assim chegam as ovelhas, o burrinho, a vaquinha, etc.

E no quarto domingo, o elemento humano, os pastores, José e Maria, e na noite de 24 para 25 de dezembro, chega o menino Jesus, que é colocado na manjedoura.

Acompanhando estes domingos podemos fazer também um caminho meditativo, com a coroa do Advento, com as quatro velas que são acessas em cada domingo.

As velas podem ser coloridas, mais significativo para as crianças, uma vela azul representando o reino mineral, uma verde – reino vegetal, uma amarela- reino animal e uma vermelha – a chegada da Luz na Humanidade. No primeiro domingo, teremos uma vela acessa, no segundo dia duas e assim sucessivamente, no ultimo domingo as quatro velas acessas,que deixamos queimar até o final.

Neste momento meditativo, podemos ler histórias, fábulas, parábolas bíblicas, cantar, buscando criar um momento de profunda devoção e acolhimento desta Luz que chegará para todos nós.

Chegamos assim ao dia 25 de dezembro, quando comemoramos o nascimento do menino Jesus.

A festa de Natal é uma festa de confiança e esperança, podemos ter a oportunidade, quando realmente vivenciamos seu significado espiritual, sentir que a luz deve triunfar sobre as trevas e nos nutrir de coragem e vontade.

Da semente de luz que é plantada neste dia dentro de nós, poderá renascer a luz que crescerá e reverberará no ano que se inicia, nos inspirando, fortalecendo para os desafios que por ventura se apresentem.

A cada Natal temos a chance de um novo nascimento, uma nova vida, ou seja, um novo recomeço no novo ano que se anuncia.

Esta luz crística é a luz da nossa consciência, o nosso Sol, que nos orienta e ilumina nossa jornada no mundo da matéria.

Nosso desafio é fazer com que esta luz, a luz do Cristo em mim, possa reverberar em nosso interior trazendo a cura, a força, a esperança para nossa jornada, para a humanidade no caminho em direção ao futuro.

 

Com firmeza eu ocupo meu lugar no mundo,

Com certeza eu caminho pela vida,

Com amor no íntimo do meu ser,

Com esperança em tudo que eu faço,

Com confiança no meu pensar,

Forças jorrem do meu coração.

 Rudolf Steiner

 

Autora: Tereza Cristina Campos de Oliveira

 

Referências:

  • O caminho de Cristo – O resgate da Magia das festas cristãs – Karin Evelyn de Almeida
  • Calendário da Alma – Rudolf Steiner
  • Palestra de Rudolf Steiner, proferida em Basiléia, em 22-12-1918).
  • Palestra de Rudolf Steiner- 24.12.1920 
  • http://www.festascristas.com.br