O que é TRIPTYCHON no Aconselhamento Biográfico?

Post thumb

É um instrumento que possibilita o fazer contato com eventos na biografia.

Três pinturas são feitas pelo cliente em um painel único do qual surgem questionamentos que serão discutidos ao longo do processo. O Aconselhador Biográfico acompanha e vai reconhecendo, junto com o (s) participante (s), temas importantes e de profundo significado no momento da sua execução.

Como é um trabalho de atividade que busca questões internas que surgem em cada tema pessoal, o processo torna mais exterior, mais visível, mais objetivo o que está ocorrendo naquela fase biográfica trazida pelo cliente.

Surge então como um brilho na questão proposta, um início de resolução do problema com um resquício de solução para o que antes era obscuro ou mesmo desconhecido.

Esta é uma ferramenta a ser realizada pelo Aconselhador Biográfico quando seu cliente deseja trabalhar uma situação específica e pode ser usada por meio de uma série de conversas biográficas ou como uma atividade única.

Cada passo neste processo requer perguntas específicas nos campos da quadrimembração e demanda habilidade do Aconselhador Biográfico.

Estudo de caso

Primeiro atendimento: RJ, JAN/2020

Cliente: SRG, sexo feminino, 71 a, viúva, duas filhas e 03 netos.

Questão apresentada: Insatisfação onde mora. Tem possibilidade de mudar para casa própria mais ampla, mas não chega a uma decisão. Preocupações pessoais e familiares.

Iniciado o trabalho do Triptychon em um dia, de 09 h às 16 h, para início de resolução do problema que a preocupava bastante.

Material oferecido: Lápis de cor, lápis cera, lápis preto, folha A4, com dobradura em três partes.

A cliente foi orientada para fazer um primeiro desenho no centro da folha e ela se desenhou dentro de uma caixa em que aparecia apenas sua cabeça. Utilizou somente o lápis preto e de forma bem clara.

Foi perguntado após o desenho central que ela fizesse uma pintura imediatamente antes e imediatamente depois. Títulos foram dados à cada pintura, explicando que aqueles desenhos seriam como “fotos em álbum de família”.

Perguntas de forma biográfica relacionadas aos aspectos da quadrimembração foram feitas e, à medida que ela realizava os demais desenhos, títulos eram assinalados em cada um deles.

A cliente trouxe lembranças da infância na casa em que morava com os pais e era feliz. Apresentou um desenho em que estava encostada e sentada em uma árvore quando criança.

Trouxe também uma casa ampla que tem em outra cidade, em um lugar que ela ama e onde pretende morar.

Dizia estar feliz, mas seus desenhos traziam a nostalgia do passado.

Foi pedido que resumisse o trabalho em uma frase única em que ela escreveria o nome completo com a seguinte frase: Eu, (nome completo), sou a mulher que ___________________

 E ela escreve que está realizada, feliz e tem tudo o que deseja.

Segundo atendimento em FEV/2020.

Foi realizada a conversa de ajuda e ela informa que finalmente se mudou do apartamento apertado, que ainda não é a casa sonhada em outra cidade, mas sente que deu um grande passo.

Autora: Laura de Lira e Oliveira - Médica e Aconselhadora Biográfica