Formação Biográfica

about image

A fundamentação da Formação Biográfica encontra-se na obra do filósofo e iniciado húngaro austríaco Rudolf Steiner, mas o primeiro livro com abordagem direta sobre o assunto “As Fases da Vida” foi escrito pelo psiquiatra holandês Bernard Lievegoed. Atualmente existem no Brasil vários livros sobre o assunto de autoria da Drª. Gudrun Burkhard publicados em português e outras línguas pela Editora Antroposófica, além de outros, de autores brasileiros formados pelas escolas de base antroposófica existentes.

 O Biográfico é uma revisão da própria história individual em busca das forças internas que são necessárias para tomar a vida nas próprias mãos. Os ensinamentos da Antroposofia permitiram uma nova abordagem que considera a biografia humana como fonte inesgotável de forças favoráveis ao autodesenvolvimento e à cura. O trabalho biográfico é uma ajuda para aqueles que querem aprofundar seu autoconhecimento e autodesenvolvimento, ao mesmo tempo, desenvolver interesse e compreensão por outras pessoas e suas situações da vida. Nele, são ressaltados os lados luminosos e sombrios em cada biografia, tornando-os conscientes e permitindo às pessoas integrá-los em sua própria história, reconhecendo o real valor desses acontecimentos. Isso é realizado por meio de relatos de vivências extraídas de situações concretas da vida.

O Biográfico no Brasil

A metodologia do trabalho biográfico foi introduzida no Brasil por Daniel e Gudrun Burkhard, ele consultor de empresas e fundador da Adigo Consultores e ela a pioneira da Medicina Antroposófica no Brasil, fundadora da Clínica Tobias e do Centro Artemísia de Apoio ao Desenvolvimento Humano.

O trabalho biográfico se desenvolveu e se ampliou nesses últimos 40 anos. Podemos destacar alguns fatos nesse desenvolvimento:

  • 1976 – O casal Burkhard começa a fazer Workshops de Biográficos na Vivenda da Clínica Tobias em São Paulo. Desde o início, o trabalho de troca pessoal em pequenos grupos foi apoiado na Euritmia, em conferências, no trabalho sobre a própria biografia e em atividades artísticas diárias.
  • 1983 – O casal Burkhard funda a Artemísia como um Centro para o Trabalho Biográfico.
  • 1992 – Drª. Gudrun Burkhard publica na Europa seu primeiro livro: “Tomar a vida nas próprias mãos”, traduzido em várias línguas.
  • 1993 – Drª. Gudrun Burkhard inicia a Formação Biográfica no Brasil.
  • 1997 – Drª. Gudrun Burkhard delega a coordenação da Formação Biográfica a um grupo multidisciplinar de docentes.
  • 2001 (abril) – Fundação da Associação Brasileira para o Trabalho Biográfico com Base na Antroposofia.