A biografia de Steiner em setênios


A biografia de Steiner em setênios

HOJE: ASCENÇÃO DE R. STEINER.
Sua vida, um germe para o futuro.

Mãe: Franzisca Steiner (1834-191)
Pai: Johan Steiner (1829-1910)

-Rudolf Steiner nasce 27 de Fevereiro de 1861 em Krajelvek, fronteira da Hungria e Áustria, no Império Austro-Húngaro, entre a Europa Ocidental e Oriental- hoje Croácia

-Quando nasceu estava com problema de saúde grave. Foi batizado dois dias depois de nascido na Igreja de Drascovek, significativamente dedicada a Micael, com o nome de Rudolf Lawrence Joseph Steiner.

-Primeiro de 3 filhos, teve uma irmã Leopoldina (1863) e um irmão Gustav (1866).

-Pai é transferido para Pottschach, estrada de ferro de Semmering tecnologicamente avançada para a época. O pai trabalha como telegrafista num telégrafo sem fios, um milagre técnico para aquela época.
-Uma paisagem maravilhosa rodeou a sua infância, os bosques e a majestade das montanhas refletiam o sol. Ele se encantava com a natureza.
-Muito importante também foram as brincadeiras com sua irmã e um livro com figuras móveis que eles e ficavam horas folheando. Assim ele aprendeu as primeiras letras.
-Todo o aparato tecnológico de ponta da estação que seu pai trabalhava, o interessava muito.

*1867- 6anos
-A escola era muito importante para ele, mas após uma desavença com o mestre, o pai o tira da escola. Desde então o seu pai se encarrega do seu ensino.
-O Padre Valentim, um pároco amigo da família adorava contar estórias e piadas sobre a igreja católica.

*1968-7anos
-Primeira experiência espiritual numa estação ferroviária. Uma tia que se suicidara neste dia, pede-lhe ajuda. Isto foi vivenciado de maneira clarividente em sua alma.

*1869-8 anos/ Segundo Setênio
A escola de Neudörf

-Sua família muda-se para Neudörf na fronteira com a Áustria, pequena aldeia húngara distante 1 km a pé de Wiener-Neusdadt, centro industrial . Nos passeios pela Serra da Rosália ele apanhava morangos, framboesas e amoras e água ferruginosa e carbônica para a sua família. Contato com pessoas simples da região com os quais batia longos papos. Começa a sua vida escolar. Encontros frequentes com monges redentoristas.

*1870 – 9 anos
-Professor Heinrich Gangl lhe empresta um livro de Geometria. Isto possibilitou contemplar formas interiores sem impressões dos sentidos. Ele diz que isto proporcionou-lhe, pela primeira vez a felicidade. O professor proporcionava uma vivência artística com desenho e músicas no seu violino e piano.

*1871- 10 anos
-Vivência religiosa como coroinha na igreja onde era bem próximo do Padre Frannz Maraz. Sentia-se um estranho na casa dos seus pais que não tinham nenhuma inclinação religiosa. O Padre Franz Maraz fala-lhe do Sistema Heliocêntrico de Copérnico o que deixa Steiner bastante admirado. Steiner diz que ele foi a pessoa mais significativa da sua infância.

*1872- 11 anos
-Seu pai quer que ele siga a carreira de engenheiro. Aprovado para o Colégio Real de Wiener-Neustadt. Atravessava a fronteira da Áustria com a Hungria numa caminhada de 30 minutos mesmo no inverno com a neve profunda. Ele disse que teve muitas oportunidades de fortalecer a sua saúde. Frequentou este colégio dos 11 aos 18 anos

*1873- 12 anos
-Ansiava por encontrar pessoas a quem imitar. Adquire conhecimentos de Geometria Descritiva. Nos dois primeiros anos (11 e 12 anos) não foi um bom
aluno. Dos 12 a 14 anos foi autodidata em Matemática.
-Diretor da escola Heinrich Schramm publica o livro “A força de Atração como efeito do movimento” . Lê também o livro do mesmo autor “O movimento geral da matéria como causa básica de todos os fenômenos da natureza”. Estudou Física e Matemática para compreender este dois livros.

*1874- 13 anos
-Estabelece uma relação maravilhosa com o Professor Laurens Jelinek que preenchia o ideal postado diante de sua alma. Sua aula tinha uma extraordinária disciplina e transparência. Era professor de Aritmética, Geometria e Física e o acompanhou até o Bacharelado.
-Recebe uma nota acima dos conceitos da escola em Geometria Descritiva e Desenho.

*1875 – 14 anos/3º Setênio

-Estudos Filosóficos e autodidáticos. Procurava uma adequada vivência do mundo espiritual por meio da alma capaz de aproximar-se da essência dos fenômenos da natureza. Encontra no professor de classe que preenche o ideal que se encontrava perante a sua alma. Do aluno medíocre com grandes dificuldades transforma-se em aluno brilhante. É indicado por seus professores para ajudar os colegas deficientes como professor particular dando-lhe uma forma de garantir a sua subsistência.
-Leitura do livro de Kant “Crítica da Razão Pura”. A sua maneira de adolescente ansiava por compreender a capacidade da razão humana em ter o real discernimento da essência das coisas. Na aula de História lia o livro de Kant que grudara no livro texto.

*1876- 15 anos
-Encarrega-se das compras alimentícias de sua casa no tempo escolar livre.
-Encontra-se de novo com o médico de Wiener – Neusttadt que franqueou-lhe a sua vasta biblioteca. Lá conhece os livros de Matemática de Lübsen para autodidatas que o ajudou a assimilar Geometria Analítica, Trigonometria, Cálculo Integral e Diferencial antes de aprende-los na escola.
-Professor de Química, que segundo ele era um homem extraordinário, ensinava somente através de experiências.Começa a dar aulas para os seus colegas.
-Complementa a falta de estudos humanistas com estudos autodidatas.
-Um funcionário da estrada de ferro trazia livros científicos e discutia o seu conteúdo com ele. Observava as discussões do seu pai com este funcionário sobre política para buscar respostas como demonstrar que era real o espírito que operava na pessoa humana.

*1877 – 16 anos
-Leitura do livro de Kant “Crítica da Razão Pura”. A sua maneira de adolescente ansiava por compreender a capacidade da razão humana em ter o real discernimento da essência das coisas. Na aula de História lia o livro de Kant que grudara no livro texto.
-Primeiro exercício interior: nas férias procurava um lugar calmo para sentar em silêncio e ordenar na consciência como se faz para formar uma representação mental sobre os fenômenos da natureza de conceitos simples e claros.
-Outro exercício era interiorizar a História depois de ler o livro de História do Mundo de Rostek

*1878 – 17 anos
-Chega a uma disputa sobre o conceito de liberdade psicológica com o professor de alemão e literatura que se orientava pela filosofia de Herbart.
-O professor de História o cativa por ser segundo ele uma personalidade que atuava a partir da plenitude completamente entusiasmado em seu ensino de história e que atuava a partir da atualidade.

*1879 – 18 anos
-Gradua-se no Liceu com distinção.
-Na prova oral para conclusão da escola explica o funcionamento do telefone pela física
-Muda-se para Inzendörf com a família para estudar na Academia Técnica de Viena e tinha como meta ser professor do ensino médio.
-Decide ser professor de Matemática e Geometria Descritiva mas desiste por não ter tempo de trabalhar nas horas vagas.
-Matricula-se em História Natural e Química e frequenta aulas de Medicina, Pedagogia, Arte e Filosofia
Encontra-se com Karl Julius Schröer, Professor de Literatura Alemã que o introduz no estudo das obras de Goethe.
-Lê vários autores do idealismo alemão tais como Hegel, Nietzshe, Scheling e Fichte.
-Escreve um manuscrito da sua interpretação da obra de Fichte “Teoria e Ciência – ênfase do papel do Eu Humano”.
-Dos 18 aos 21 anos desenvolve a Ciência Espiritual Antroposófica.
-Encontra na dupla corrente do tempo, a raiz do conhecimento da totalidade de sua toda obra.

*1880 – 19 anos
Conhece Felix Koguski um colhedor de ervas, com quem troca ideias sobre o mundo espiritual e Steiner diz que ele era dotado de uma sabedoria totalmente elementar e criativa. Com o colhedor de ervas ele acha um parente espiritual e não se sente tão sozinho. Através de Félix Koguski entra em contato com um mestre espiritual muito elevado que faz a sua iniciação. O mestre mostrou-lhe a ligação entre as ciências e a ciência oculta, as religiões e as forças espirituais que tecem os fios da história. Através de Fichte o mestre conduziu-lhe a tal fortalecimento dos pensamentos que o leva a um decisivo despertar da alma. Deste encontro nasceriam os germes do seu livro: Ciência Oculta. A sua diretriz principal foi: “Você somente poderá vencer o dragão se vestir a sua pele (Impulso Micaélico).

*1881- 20 anos
-Conhece a poetiza Marie Eugenie della Grazie, que segundo Robert Zimmermam, foi o único gênio que ele encontrou na vida. Passou a frequentar a sua casa onde se reuniam artistas e intelectuais da época e lá se discutia a cosmovisão de Dostoiesvsky e Shakeaspeare que segundo Steiner tinha um tom pessimista e se contrapunha a Goethe.
Conversava bastante com o Cientista e Frade Wilhelm Neumam dos Cistercienses sobre Cristologia e assuntos transcendentais.
-Conhece Rosa Mayreder, pintora e uma das primeiras feministas. Ela tinha uma força criadora expansiva, forte e positiva. Em seu anseio de liberdade encontrava em Steiner uma alma congênita. Entendiam-se no campo das questões sociais e a moralidade individual. Café S.Grienstedl em Viena
-Frequentava o Café Grienstedeidi e serviu-lhe de endereço postal, onde tomavam-se resoluções políticas, escreviam poesias e romances.
-Começa a amadurecer as primeiras idéias para a “Filosofia da Liberdade”, sua doutrina de conhecimento.

*1882 – 21 anos/4º Setênio

-A dupla corrente do tempo dálhe condições profundas para escrever dois artigos: “Única Crítica possível dos Conceitos atomísticos” e “Os enigmas do mundo segundo Dubois-Reymond, segundo os fundamentos da física”.Este último foi rejeitado por todos os jornais.
-Por indicação de Schröer é encarregado dos “Escritos Científicos Naturais de Goethe na Literatura Nacional Alemã” de J. Kürchsner . São 5 volumes de “O Pensamente Científico de Goethe.

*1883- 22 anos
-Publica o 1º volume dos “Escritos Científicos de Goethe,dando-lhe uma nova compreensão da introdução do livro e alcança um reconhecimento do público com isto.
-Conhece o médico Joseph Breuer , um dos iniciadores da Psicanálise. Participa de palestras sobre as experiências com hipnose, tratamento da histeria e preparações terapêuticas a partir da cocaína.
-Profere a sua primeira palestra pública sobre “O princípio de humanidade em Lessing e sua importância para a atualidade”.
-Escreve e publica com certa frequência em diversas revistas sobre temas políticos-sociais, de educação e pedagógicos além de questões filosóficas.
-Lê pela 1ª vez o “Fausto” de Goethe estimulado por Schöer.
-Bibliotecário e depois presidente da Biblioteca da Escola Alemã da Escola Técnica travando, ao solicitar obras, conhecimentos com muitos pensadores e escritores da época.

*1884- 23 anos
-Professor particular de 4 filhos (preceptor) da família Ladislau e Pauline Specht. Principalmente de um que era hidrocéfalo e que mal sabia ler. Consegue ajudá-lo a ponto dele terminar os seus estudos, formar –se em Medicina, tendo morrido na 2ª Guerra Mundial. Aí está o germe do que seria a compreensão da Trimembração do Organismo Humano, da Pedagogia Walforf e da Pedagogia Curativa. Ficou nesta família por 5 anos, de 1894 a 1899. Lá ele diz que foi quando aprendeu a brincar.
-Nesta época estava muito interessado em política e arte.
-Frequentou cafés onde eram debatidos temas de filosofia.
-Entra em contato com o filósofo Franz Bretano.
-Estava em busca da verdade através da filosofia.

*1885- 24 anos
-Intensifica os estudos filosóficos e mantém intensa correspondência com inúmeros filósofos da época como Eduard Von Hartman e outros.

*1886- 25 anos
Publicação do “Método Cognitivo de Göethe”
Editor da Revista Alemã.

*1887- 26 anos
Rudolf Steiner adoece gravemente e precisa de várias semanas para se curar, sendo cuidado pela Senhora Pauline Specht.
Edouard Von Hartman exprime admiração pela Teoria do Conhecimento e valoriza os esforços de Steiner

*1888 – 27 anos
Redator do Semanário Alemão que representa liberalismo espiritual das ideias dos alemães na Áustria.
-Conferência na Associação Goethe “Goethe como inaugurador de uma nova estética”.
Lê as obras de Marx e Engels.
Frequenta um círculo de poetas e artistas num ambiente caloroso em casa de um pastor anglicano Alfred Formey.
Vida social muito ativa, frequenta os mais variados grupos de pessoas e seu lugar de encontro era o famoso Café Griensteidt.
-Encontro com um teósofo Friedrich Einstein.

*1889-28 anos/4 Setênio

Contato com as obras de Nietzche.
Lê pela 1ª vez o conto de Goethe “ A serpente verde e a bela Líria que influenciam mais tarde a criação dos “Dramas de Mistério”.
-Grandes Viagens ( Budapest, Weimar, Eisenach, Berlim, Stuttgart, e Munique).
-Schröer indica Steiner para trabalhar no Arquivo Goethe-Schiller em Weimar na Alemanha, instituto que continha toda a obra de Goethe. Foi incumbido de cuidar da edição das obras científico-naturais de Goethe.
Primeira visita á Alemanha.
Primeiro contato com os teósofos vienenses na casa de Marie Lang. Contato com duas obras teosóficas: “Budismo Esotérico” de Sinett e “Luz no Caminho” de Mabel Collins

*1890-29 anos
-Toma contato com as obras de Ernest Haeckel e Nietsche.
O Arquivo Goethe-Schiller em Weimar
Muda-se para Weimar e vai trabalhar nos arquivos Goethe-Schiller.

*1891-30 anos
-Esboço para as bases da Antroposofia com o contato com as obras de Goethe.
-Edição das Obras Morfológicas e científicas de Goethe.
Faz a sua primeira conferência antroposófica “A Manifestação Oculta de Goethe”.
-Adoece de Afonia com paralisia completa das cordas vocais e é tratado com eletricidade, o agente universal da era moderna.
-Tenta se candidatar como professor na universidade de Jena, mas sem sucesso.
-Recebe o título de Doutor pela Universidade de Rostok.

*1892-31 anos
Em Weimar Steiner conhece Anna Eunicke e vai morar na sua casa assumindo paulatinamente a educação de 5 adolescentes.
Publica a “Filosofia da Liberdade” sua obra principal.
Começa um trabalho intensivo das obras de Schopenhauer.
Participa ativamente do processo de eleição para o Parlamento na Alemanha.
Otto Specht, seu aluno hidrocéfalo conclui com sucesso o Ensino Médio e se prepara para ingressar na Faculdade de Medicina.

*1892-32 anos
Publica o seu livro Verdade e Ciência.
Recebe a medalha de ouro do Grão Duque de Weimar.

*1894-33 anos
Publica a “Filosofia da Liberdade”.
Segundo Collin Wilson, um biógrafo não antroposófico , os seus contemporâneos não compreenderam a amplitude e a generalidade de suas obras.
Intensos estudos da obra filosófica de Nietsche.
Recebe de Rosa Mayreder e Pauline Specht respostas bem positivas ao livro “Filosofia da Liberdade”

*1895-34 anos
– Visita a Nietsche já enfermo, a pedido de familiares do escritor.
-Publicação de Friedrich Nietsche –
Um lutador contra o seu tempo em defesa do filósofo.

*1896 – 35 anos/6º Setênio

-Finaliza o trabalho no Arquivo Goethe-Schiller.

*1897- 36 anos
-Muda-se para Berlim.
-Inicio do trabalho na Revista de Literatura com Otto Erich Hartleben, onde coloca-se frontalmente contra o antissemitismo, e na Folha Teatral.
-Publicação da “A Cosmovisão de Goethe”.

*1898-37 anos.
-Encontro com as forças adversas. “Minha alma estava prestes a ser puxada para uma espécie de abismo”
-Apresentações no teatro, apresentações artísticas, debates, etc.

*1899-38 anos
-Casamento com Ana Eunicke-Steiner.
-Professor da Escola de Trabalhadores ( Escola de Formação Complementar para operários) de orientação marxista onde ensina Ciências Naturais e História.
-Vivência do Mistério do Gólgota que ele considera o acontecimento central do sua iniciação

*1900-39 anos
-Escreve sobre Haeckel.
-Discurso para 7000 tipógrafos sem alto-falante na comemoração dos 500anos de Gutemberg.
-Profere palestra para um grupo de teósofos na casa do Conde Brockdorff Routzan “As Manifestações secretas em Goethe”.
-Encontra neste grupo com Marie Von Silver (Steiner) que lhe pergunta sobre a possibilidade de se estabelecer uma base espiritual profunda mas firmemente baseada nos ensinamentos cristãos-europeus.
-Primeiras palestras no âmbito da Biblioteca Teosófica na casa do Barão e da Baronesa Brokdorff : Concepções do Mundo e da Vida no século XIX, ampliada e editada como “Enigmas da Filosofia’. Tem o compromisso de transmitir apenas o resultado de suas próprias pesquisas suprassensíveis.
-Profere também nesta biblioteca uma palestra sobre Nietsche e depois as Manifestações Secretas em Göethe.

*1901- 40 anos
-Ciclo de palestras no Círculo dos Komendem (Vindouros) “De Buda a Cristo”.
-Ciclo de palestras “O Cristianismo como um fato místico” na Biblioteca da Sociedade Teosófica em Berlim.

*1902-41 anos
-Rudolf Steiner e Marie Von Silvers (Steiner) tornam-se membros da Sociedade Teosófica em Londres.
-Participação de Rudolf Steiner e Maria Von Sivers na 13ª assembéia Geral da Seção Europeia da Sociedade Teosófica em Londres.
-É empossado como Secretário Geral da Sociedade Teosófica da Alemanha
-Palestra na Sociedade Teosófica” Uma Antroposofia”.
-Publicação de “O Cristianismo como fato místico”.
-Editor do Periódico Lucifer com Marie Von Sivers.
Conhece Ita Wegman, na Sociedade Teosófica, com quem fundará a Medicina Antroposófica.
-Marie Von Sivers torna-se sua intensa colaboradora.
-Intensa atividade como conferencista em Berlim e em toda Europa, estabelecendo as bases da Antroposofia.
-Coordena as atividades da Escola Esotérica da Sociedade Teosófica dando-lhe rumos cristãos. Orienta os membros individualmente através de mantras e meditações.

*1903 – 42 anos/Sétimo Setênio

-Último ano em que vive com Ana Eunicke.
Publica artigos sobre o Carma.
-Fase de plena atividade na Sociedade Teosófica através de ciclos de palestras e conferências.
1904-43 anos
-Publica o livro “Teosofia – Introdução ao Conhecimento Supra-sensível e ao Destino do Ser Humano”.
-Publica o livro “Iniciação ou O Conhecimento dos Mundos Superiores”.
-Participa do Congresso Teosófico em Amsterdã com a palestra “Matemática e Ocultismo”
-Há uma intensa atividade do Movimento Teosófico com grupos (filiais) em diversas cidades da Alemanha e as mais importantes eram Stuttgart e Munique.
1905-44 anos
-Primeiros escritos sobre a “Trimembração Social”
-Publica os livros “Crônica do Akasha”, “Graus do Conhecimento Superior”.
-Deixa de trabalhar na Escola de Formação de Trabalhadores.
-Profere palestras pela Sociedade Teosófica em Berlim e outras cidades alemãs sobre O Evangelho de São João e outros temas.
-Dedica este ano intensamente para dar palestras.

*1906-45 anos
Encontro com o teatrólogo francês Edouard Shuré, em Paris.
1º Ciclo de palestra fora da Alemanha.

*1907-46 anos
-Organiza o Congresso Mundial de Sociedade Teosófica em Munique e introduz o primeiro impulso artístico como revelação espiritual, na decoração das salas e na apresentação teatral.
-Abandona a Sociedade Teosófica quando Anne Besant anuncia o advento do Cristo reencarnado em Krinamurti, um menino hindu.
-Steiner centra cada vez mais toda a sua mensagem no Mistério do Gólgota como a encarnação e ressurreição do Logos,do Cristo, mudando a condição espiritual da Terra e de toda a Humanidade.
-Steiner chama a atenção nos seus escritos espirituais para a Liberdade e também falar somente o que o que havia vivenciado espiritualmente.
-Apresentação do “Drama de Elêusis” de Edouard Schuré dirigido por Steiner.
-Proferiu 172 palestras.

*1908 – 47anos
-A revista Lucifer-Gnosis cessa a publicação por absoluta falta de tempo de Steiner para redigi-la.
-Marie Von Sivers funda a Editora Filosófico-Teosófica que publica os livros e as palestras de Rudolf Steiner em Berlim.
-Último ano descrito por Steiner em sua biografia “Minha Vida”
-Viagem para a Alemanha, Holanda e Escandinávia.
-Profere 207 palestras.

*1909-48 anos
-Primeiro encontro com Christian Morgenstern em Berlim.
-Passa a viajar regularmente para fora da Alemanha principalmente para os países escandinavos.
-Publica a “Ciência Oculta”.
-Publica “O Evangelho de Lucas” um aprofundamento do Cristianismo.
-Aprofundamento do tema Cristológico nas suas palestras em Roma, Oslo, Budapeste e Munique.
-No Congresso Internacional de Budapeste é apresentada a peça Os Filhos de Lúcifer de Edouard Shuré, encenada por Rudolf Steiner e Maria Von Sivers na presença do poeta.
-Morre Felix Kogutzki.

*1910 – 49 anos/Oitavo Setênio
-Muda para Munique, centro artístico da época.
-Apresentação do 2º Drama de Mistério “O Portal da Iniciação” sob a responsabilidade de Marie Von Silvers.
-Aponta para a aparição do Cristo no plano etérico em 1933.
-Acentua que a missão da Antroposofia é preparar nos homens a aquisição de sentidos espirituais.
-Morre seu pai Johan Steiner.
-Profere 197 palestras.

*1911- 50 anos
-Morre Ana Eunicke.
-Apresentação do 2º Drama de Mistério “A Provação da Alma.
-Curso de Fisiologia Oculta,
-Palestra sobre o “Cristo no Etérico” depois de 12 anos de sua vivência Crística.
-Publica “A Direção do Homem e da Humanidade”.
-Ciclos de Palestras em Munique, Kassel, Hannover e Basiléia.
– Inaugurada em Stutgart a primeira construção de acordo com as indicações de Steiner, a Sala do Ramo.
-Avançam em Munique, os preparativos e projetos para construção do edifício central, chamado Escola superior de Ciência Espiritual ou Casa de João.

*1912 – 51 anos
-Apresentação do 3º Drama de Mistério “O Guarda do Limiar,”em Munique.
-Criação da Euritmia .
-Criação da Arte da Fala.
-Inicia-se a criação da Sociedade Antropósofica.
-Publicação de “Um caminho para o Autoconhecimento do Ser Humano em 8 meditações”.
-A construção do edifício denominada Casa de João é adiada. É negado o alvará de construção pela prefeitura de Munique.
Publicação do “Calendário da Alma”.

*1913 – 52 anos
-Fundação da Sociedade Antroposófica na cidade de Colônia sem grandes formalidades .
-Rompe com a Sociedade Teosófica definitivamente.
-Publicação de “O Limiar do Mundo Espiritual”,sobre a Iniciação.
-Pedra fundamental do Goetheanum em Dornach na data de 20 de Setembro , na Suiça, um país neutro possibilitando várias nacionalidades inimigas trabalharem em conjunto na deflagração da 1º Guerra Mundial em 1914.
-Nesta época faz um apelo constante para que a humanidade carregasse e cultuasse no seu âmago, o impulso do Cristo.
-Fala, em várias conferências, do Limiar do Mundo Espiritual.
-Em Kristiania, na Noruega o ciclo de palestras “O Quinto Evangelho”.
-Representação do 4º Drama de Mistério “O Despertar das Almas”.
-Proferiu 190 palestras.

*1914- 53 anos
-Casa-se com Marie Von Sivers agora Marie Steiner.
-No Goetheanum é desenvolvida a Arquitetura Antroposófica.
-O Centro da vida antroposófica se transfere para Dornach, na Suíça.
-As aulas da Sociedade Esotérica são interrompidas porque segundo Steiner há muita pertubação na aura da Terra em virtude do grande derramamento de sangue.
-Publica “os Enigmas da Filosofia”.
-Começa a 1° Guerra Mundial.
Começa em Dornach uma Comunidade de Antropósofos.
-Proferiu 148 palestras.

*1915-54 anos
-A guerra restringe a atuação pública do Steiner, viaja pouco.
-Steiner trabalha com Edith Marion os modelos do Grupo (O Representante da Humanidade).
-O tema das suas conferências é o Karma, a Vida depois da Morte, e a Reencarnação.
-Curso de Euritmia Verbal.
-Dirige a encenação do “Fausto” (apenas alguns capítulos).
-Término da construção do Goetheanum.

*1916-55 anos
-Escreve “Os enigmas do Homem”.
-Steiner sofre um acidente gravíssimo, cai de um andaime e quase é trespassado por uma ponta de madeira no tórax. Edith Marion consegue desviá-lo no último instante.

*1917 -56 anos/Nono Setênio

-Segundo Hemlebem começa a 3ª fase da Antroposofia que vai de 1917 a 1923.
-Inicia-se o Movimento da Trimembração Social.
-Fala da Trimembração do Organismo Humano no livro “Os enigmas da alma”.
-No Gotheanum os trabalhos artísticos prosseguem ativamente: Euritmia, O Trabalho do Grupo, Pintura das Cúpulas do edifício.

*1918 – 57 anos
-Elabora e reedita todos os livros antigos.
Nenhum livro novo é editado.
-Publicação de “A espiritualidade de Goethe em sua manifestação no Fausto” e no seu conto ”A cobra verde e a bela Líria”.
-Morre a sua mãe Franzisca Steiner.
-Sofre agressões dos nazistas.
-Visita um número enorme de cidades.

*1919- 58 anos
-Fundação da 1ª Escola Waldorf por intermédio de Emil Molt dono da Fábrica de Cigarros Waldorf-Astória.
-Intensa atividade divulgando a Trimenbração Social.
-Publicação de “Os Pontos Centrais da Questão Social”.
-Desiste de continuar divulgando a Trimembração Social por não ter resultados esperados.
-A Euritmia pela primeira vez é levada ao público depois de 7 anos em uma tourné pela Alemanha e Suiça.

*1920-59 anos
-Primeiro curso para médicos (Ciência Espiritual e Medicina), iniciando-se o que seria a Medicina Antroposófica, com a participação importante de Ita Wegman.
-Preparou as bases para o funcionamento de duas instituições comerciais e sociais Die Komendem Tag e Futurum AG.
-É atacado intensamente por igrejas e nazistas, o que demanda muito do seu tempo em se defender.
-No Goetheanum primeiro curso superior de Antroposofia.
-Expande-se a Pedagogia Waldorf.
Proferiu 373 palestras.

*1921 – 60 anos
-Fundação da 1ª Clinica Antroposófica em Alesheim, Suiça por Ita Wegman, hoje Ita Wegman Klinik.
-Congresso Antroposófico em Stuttgart e em outras cidades alemãs.
-Fundação de um periódico Das Goetheanum com contribuições regulares do Steiner.
-Proferiu 684 Palestras.

*1922-61 anos
-Ano da Grande Crise.
-Sofre atentados de morte por jovens nazistas em duas conferências.
– Ruinas do Goetheanum
-Incêndio do Goetheanum.
-Retira-se de grande parte de suas atividades, por não encontrar um apoio firme da Sociedade Antroposófica.
-Diminue muito as suas atividades.
-Dificuldades nas escolas Waldorf.
-Fundação da Comunidade de Cristãos presidida por Rittelmeyer, um pastor protestante alemão, muito respeitado.
-Ponto alto de atividades, cursos, conferências e palestras na Alemanha e na Áustria, com um Congresso em Viena.
-Três viagens a Inglaterra e duas a Holanda.
-Curso de Euritmia Curativa.

*1923-62 anos
Rudolf Steiner -1923
-Procurou ativar a Sociedade Antroposófica, percebeu que a destruição do Goetheanum estava ligado a crise nela.
-Fundação das Sociedades Regionais em vários países.
-Congresso de Natal quando entrega a Meditação da Pedra Fundamental como marco interior de todo antropósofo.
-Ita Wegman faz a pergunta sobre a Renovação dos Mistérios.
-Refundação da Sociedade Geral Antroposófica tendo Steiner como Presidente.
-Fundação da Escola Superior Livre de Ciência Espiritual, também tendo ele como Presidente.
-Começou o manuscrito “Minha Vida” que é editado semanalmente em Das Goetheanum.
-O incêndio do Goetheanum deixa-o alquebrado, apesar de continuar muito ativo pela intensa força do Querer.
-Início da elaboração e confecção do Projeto do Segundo Goetheanum, que iria ser construído depois de sua morte, de cimento aparente. Segundo Goetheanum
-Proferiu 425 palestras

*1924 -63 anos/Nono Setênio

-Atividade sobre-humana de cursos e conferências, chega dar 5 aulas de cursos diferentes para diversos grupos em um dia, além de viagens, negociações, reuniões e aconselhamentos.
-Ponto central de suas conferências é o Destino Humano (Karma).
-Publica com Ita Wegman “Elementos Fundamentais para ampliação da Arte de Curar segundo conhecimentos científicos espirituais”. Única obra do Steiner feita em colaboração com outro autor.
Intensifica os cursos internos
1- Fundação do Movimento da Agricultura Biodinâmica em Koberwits.
2- Criação do Movimento da Pedagogia Curativa.
3- Curso de Formação em Pedagogia Waldorf
4- Curso de Formação em Euritmia.
5- Curso de Dicção e Teatro.
6- Curso para Pastores da Comunidade de Cristãos.
7- Palestras em várias cidades: Stuttgart, Praga, Paris, Breslau, Arnheim, Londres e algumas cidades da Turquia.
-Inicio da doença fatal.
-Última palestra para membros da Sociedade Antroposófica em 28 de Setembro (Última Alocução).
-É cuidado pelos médicos Ita Wegman e Ludwig Noll.
-Acometido de um esgotamento intenso foi obrigado a ficar acamado. Escreve acamado “Cartas aos membros” e é publicado “O mistério de Micael”
-Sua cama ficou ao pé da estátua do Representante da Humanidade.
-Continua a escrever a sua autobiografia até os 46 anos.

*1925 – 64 anos
-Publicação do livro de Medicina com Ita Wegman.
-Morte no dia 30 de Março.
Morre totalmente consciente dos mundos materiais e espirituais, ele cruzou as mãos sobre o peito, fechou os olhos, deu seu último suspiro.

Biografia Sidney Saraiva Lafeta